Posted by: licedoa | February 7, 2010

[Crítica] Nine

Ao contrário de muita gente eu gostei de Nine. Mas não completamente. A fotografia e as luzes no filme são lindas, mas a história é um pouco confusa porque raramente as mulheres que aparecem para Guido Contini (Daniel Day-Lewis), são reais.

As músicas são muito bem cantadas, Penélope Cruz e Marion Cotillard me surpreenderam. A primeira porque ela costuma ter um sotaque muito estranho nos filmes e a segunda porque a primeira música que ela cantou é bem mais ou menos e eu não assisti Piaf. Agora uma música espetacular é Cinema Italiano, cantada pela Kate Hudson. Pena que na internet não tem um vídeo inteiro. Mas assistam um que foi cortado mas está em ótima qualidade.

Daniel Day-Lewis ficou meio apagado no meio de tantas vozes e performances com energia. O tempo todo ele parecia cansado, faltava muito ainda para se entregar ao personagem. Eu adoraria ver Antônio Banderas no papel do Guido que ele já interpretou no teatro na época que a peça passava na Brodway, acho que se tornaria um personagem mais intenso.

Voltando a falar um pouquinho da fotografia, eu achei o máximo as cenas em preto e branco. Mesmo sem cor as imagens brilhavam. Realmente Rob Marshall já conhece de luz desde Chicago, outro filme sem história boa mas com um ótimo musical e cenas belíssimas. Além de Chicago, outro filme dele, lindo de ser visto é Memórias de uma Gueixa, que me deixou de queixo caído com a fotografia, quem não viu eu recomendo desde já.

Mesmo Rob Marshall tendo cuidado muito bem das imagens, ele acabou esquecendo a história. Tornou tudo muito confuso, o fim então deu um nó, onde só restava dizer “action”.

Acho que nesse quesito Baz Luhman poderia dar de 10 a 0. Baz Luhman é o cara! Eu ainda não consegui ver um musical que desse arrepios como Moulin Rouge. É difícil um produção assim, mas se o cara quer fazer, então não deixe a história de lado. É lindo ver o resultado final de um BOM musical. O único musical que eu vi que se comparou a Moulin Rouge foi O Despertar da Primavera mas foi no teatro. E eu postei uma resenha sobre essa peça aqui.

O filme é bom apenas como musical, mas a história é um sufoco. Até a Nicole Kidman, sumiu e acabou interpretando alguém inútil, e eu achando que ela fosse ser alguém mais importante na história.


Responses

  1. Oi Alice, td bom? Obrigada pelo comentário no meu blog.
    Estou querendo assistir esse filme, mas os horários das sessões que encontro são péssimos, vai ficar para o carnaval.
    Quanto a monografia, é um saco, ainda mais quando vc passa por isso pela segunda vez na sua vida, acho que o pesadelo tinha acabado qd terminei a faculdade, ai me deparo de novo na pós, enfim…rs
    Beijos e dps leio seu blog com mais calma.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: