Posted by: licedoa | March 26, 2010

Reflexões Sobre o Símbolo Perdido

Gostaria de começar o texto esclarecendo aos leitores de que não irei postar a resenha do livro agora. Este texto é parte de reflexões que eu fiz enquanto lia o livro, mas não contém temas específicos do livro. Depois eu posto a resenha.

Passei dias refletindo sobre isso e ainda não cheguei a um consenso. Eu não entendo por que a humanidade tem tantos segredos. E como se não bastasse os segredos de “antes de Cristo”, os segredos continuam aumentando, ainda hoje.

Eu entendo que no mundo de hoje há pessoas que não saberiam lidar com certas verdades e talvez, por isso, o mundo se tornaria um caos se as mesmas viessem à tona. Se esses mistérios causam tamanho caos e discórdia, por que não educamos nossos “irmãos” para que eles sejam compreensivos?

Não acho que o ser humano foi criado para abraçar a ignorância. Mas, veja bem, não estou igualando ignorância à burrice. Nós somos seres racionais, embora já tenhamos cometido erros gravíssimos, mas alguns de nós simplesmente fez a escolha de IGNORAR a luz do conhecimento. E por outro lado, alguns de nós retém o conhecimento, não passa para os outros.

Há segredos que ficam guardados por séculos ou até milênios e eu me pergunto: Por que? Para que? Há guardiões para esses segredos que morreram e sofreram por eles. Por que manter um segredo que nunca vai ser revelado? Ou que vá demorar milênios para ser dito? Ou que o próprio guardião não possa ver? Vale à pena?

Já disse Christopher McCandless que “a felicidade só existe quando compartilhada”. Eu me sinto feliz em obter conhecimentos diversos, mas não gostaria de saber algo que os outros desconhecem porque eu não ia poder compartilhar. Embora a frase de McCandless seja uma grande verdade, eu lamento que ele tenha descobrido isso tarde demais.

Por isso mesmo a educação é tão fundamental em nossas vidas. Todos nós deveríamos ter acesso à uma ótima educação. Os professores deveriam ter prazer em dar aulas porque eles são disseminadores de conhecimento. Ser professor é uma honra.

Como podemos dizer que vivemos em sociedade se não compartilhamos nossos conhecimentos?

Por favor, se você leu até aqui, opine nos comentários. Não diga “adorei o seu blog” ou apenas “concordo”. Quero saber o que vocês acham do tema ou do meu ponto de vista.

Obrigada p0r ler.


Responses

  1. concordo com o qeu você disse. Já li um livro que chama “O Doador”, ele conta a história de um menino que vivia em uma sociedade supostamente fututa, sem violência, sem morte, todos tinham educação de mesmo nível, mas as pessoas não tinham sentimentos, não podiam ver as cores, e ele foi encarregado de guardar as memórias do passado, quando existiam guerras, mas também existia amor, e ele não aguentava ver todos sem saber de como era a vida antes, sem poder ver as cores, sem poder sentir felicidade, etc. Mas ele não podia contar pra ninguém, e se sentia infeliz por isso, não vou contar só o final, apesar de eu já ter contado quase tudo, mais é bem legal a história.

  2. Alice, esse assunto é extremamente delicado… o Conhecimento, o Saber, os Mistérios.

    Já leste a alegoria da Caverna de Platão? Esse trecho da obra do notável filósofo explica em grande parte as tuas dúvidas.

    Concordo quando dizes que somos seres racionais, mas, hoje, a humanidade não tem demonstrado isso. Veja o caos em que nos encontramos… a humanidade perdeu o rumo e não são os “mistérios” que vão colocá-la novamente no caminho.

    Devemos sim, buscar em nosso interno, a força para reverter tudo isso. Pois, “materialmente em nossos atos, somos reflexos fiéis de nossas consciências”. (Julio Ugarte) Assim, reformando o índivíduo teremos conseguido reformar a sociedade.

    A educação é fundamental sim, mas deve ser construída desde a base. Como pessoas despreparadas podem educar a outras? Isso é um problema de base, estrutural, que remonta aos negros dias da Idade Média. Embora, com o Iluminismo tenhamos nos libertado em parte dos grilhões da obscuridade… ainda há resquícios dessa escravidão.

    Por isso, Alice, façamos a nossa parte… levando, se não a todos, pelo menos àqueles que estão próximos de nós, a LUZ (o CONHECIMENTO).

    Mas não esqueça de prepará-los antes… ensinando-os a pensar.

    Um fraterno abraços!
    Fernando Nunes

  3. “Não acho que o ser humano foi criado para abraçar a ignorância” acho que essa frase diz completamente tudo. O ser humano deve aprender a ser “mais humano” quem sabe?

    adorei
    beijos

  4. Gosto muito dos livros de Dan Brown principalmente por trazer mistérios e temas um tanto polêmicos.
    Gostei muito da frase “a felicidade só existe quando compartilhada”, afinal que graça tem ser feliz e não poder compartilhar?
    Aguardo pela resenha do livro.

    Beijos!!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: