Posted by: licedoa | March 24, 2011

Sem Limites

 

Uma Mente Brilhante dos drogados…

Título Original: Limitless

Lançamento: 2011

Direção: Neil Burger

Atores: Bradley Cooper, Anna Friel, Abbie Cornish

Duração: 105 min

Gênero: Thriller

Sinopse: Eddie Morra (Bradley Cooper) sofre de bloqueio de escritor há anos. Um dia, um amigo lhe apresenta um remédio revolucionário, que permite o uso de 100% da capacidade cerebral. O efeito é imediato em Eddie, pois ele passa a se lembrar de tudo que já leu, ouviu ou viu em sua vida. A partir de então Eddie consegue aprender outras línguas, fazer cálculos complicados e escrever muito rapidamente, mas para manter este ritmo precisa tomar o remédio todo dia. Seu desempenho chama a atenção do empresário Carl Van Loon (Robert De Niro), que resolve fechar com ele um dos maiores negócios da história.

A abertura é bem interessante porque mostra a câmera em travelling literalmente viajando por toda a cidade até chegar em Eddie, que é nosso personagem principal, narrando sua história de escritor falido e vagabundo.

O cara não consegue escrever nada. Ele começa e descarta ou começa e não consegue terminar. O famoso writer’s block, que soa até chique hoje em dia como sinônimo autor brilhante trabalhando. Ele fica espalhando por aí que já em até um contrato para o livro que está eternamente escrevendo.

Até que ele encontra um cara que parece o diabo de tão bem arrumado que ele é. Ele conta a mesma história e seu “amigo” lhe oferece uma pílula que promete fazê-lo acessar mais do que apenas 20% do nosso cérebro.

Até que a droga faz efeito e ele começa a falar como Russell Crowe em Uma Mente Brilhante e escreve o livro inteiro em um dia.

O engraçado é que as memórias dele são mais claras do que o futuro que ele projeta à frente dele mesmo. As vinhetas das memórias tem cores mais fortes, tornando a imagem mais clara.

Toda a montagem do filme tem cenas com travelling e outras usando a objetiva olho-de-peixe, que mostra a viagem dele, mas não deixa as cenas pesadas e completamente irreconhecíveis como nos filmes que estamos acostumados a ver sobre drogados.

Até aqui já dá pra sentir um gostinho do quanto o filme vale à pena ser assistido. Até porque tem uma sequência que toca Nine Inch Nails e Trent Reznor. Parece que o cinema se apaixonou por Nine Inch Nails, espero que continue assim.

Crianças, não usem drogas! Adultos também não! =D

Fonte da Sinopse: Adoro Cinema

Quer escrever resenhas pro Ligadona? Veja como fazer parte!

Conteúdo exclusivo em @alicedoa3.


Responses

  1. […] Trailer | Resenha […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: