Posted by: licedoa | October 5, 2011

Super 8

J. J. Abrams fez um filme muito bem elaborado, mesmo nos moldes dos outros longas que estamos acostumados a ver desse tipo. A todo tempo o espectador sabe do que se trata a história, mas há um suspense tão grande, que ele não desgruda até o fim do filme.

Super 8 chegou a ser comparado à Cloverfield. Aquele filme altamente comercial e ridículo do Matt Reeves, lançado em 2008. Mas diferente de Cloverfield, J. J. Abrams soube segurar a trama até o clímax, onde ele entregaria todas as respostas para nossas dúvidas.

A história se passa em 1979, e um grupo de amigos quer terminar de gravar seu filme de zumbis. No meio de toda a trapalhada, estão Joe Lamb e Alice Dainard, que acabam se apaixonando, para a frustração de Charles, melhor amigo de Joe e diretor do filme. Durante uma filmagem, eles acabam testemunhando a explosão de um trem. E é aí que as coisas começam a complicar.

É claro que como em todo filme, Super 8 também tem muitos clichês, mas o diferencial – do meu ponto de vista, pelo menos – é que os protagonistas são crianças, o que não é muito comum nesse tipo de história. Outro ponto é que nós podemos descobrir o que está acontecendo, não pelo ponto de vista do diretor, mas sim da câmera em super 8 das crianças, já que tudo acontece quando eles estão gravando um filme.

Um efeito legal é que foi utilizada a luz azul como forma de elucidar a ligação com os alienígenas. Em toda cena em que havia uma presença deles havia um fino feixe de luz azul. Esse mesmo efeito está presente na série Fringe, que também foi criada por J. J. Abrams. Infelizmente não posso assegurar que isso seja um padrão em efeitos especiais ou apenas em criações de Abrams. Mas é interessante, porque esse pequeno toque pode passar despercebido por muita gente.

Não que seja algo surpreendente, mas a trilha sonora nos transporta para a década de 1970 quando ouvimos músicas que foram sucessos naquela época, como Le Freak de Chic, que foi tocada ironicamente em uma hora de horror.

Atualmente, muitos diretores tem apostado em histórias que não acabam, ou que não tem um final feliz, mas J. J. Abrams fez diferente. Com uma história tão densa, ele não teve a necessidade de dar continuidade para ela em um próximo filme. Assim, fica tudo bem. Todos estão resolvidos ao final da história. Diferente de outros longas que deixam o espectador tenso até depois do filme, já que a história não tem fechamento.

Título Original: Super 8

Lançamento: 2011

Direção: J. J. Abrams

Atores: Elle Fanning, Joel Courtney, Kyle Chandler

Duração: 112 min

Gênero: Mistério, Ficção Científica

Mais resenhas aqui.

Quer escrever resenhas pro Ligadona? Veja como fazer parte!

Conteúdo exclusivo no Facebook.

Posts Relacionados

Distrito 9

Predadores

Skyline – A Invasão


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: